Demonstração de Fluxos de Caixa – Lei 11.638

Demonstração de Fluxos de Caixa – Lei 11.638

D.F.C. – Demonstrativo Fluxo de Caixa, substitui o DOAR e estarão obrigadas as companhias de capital fechado cujo o Patrimônio Líquido seja superior a R$ 2.000.000,00.

O D.F.C. serão dividido em três categorias:

Atividades Operacionais: São as principais atividades geradoras de receita da entidade.

Exemplo: Recebimento de vendas e serviços, pagamento de fornecedores, impostos, receitas financeiras, etc.

Atividades de Investimentos: Corresponde a aquisição ou alienação de ativos a longo prazo e realização de investimentos não computados em equivalência de caixa.

Exemplo: Compra ou venda de terreno, carro, mútuo, rendimentos financeiros.

Atividades de Financiamento: Reflete as mudanças no Patrimônio Líquido e dos empréstimos da empresa.

Exemplo: Juros de capital próprio, dividendos pagos.

Definido a composição do D.F.C. temos como elaborar o D.F.C. utilizando o Método Direto ou Método Indireto.

Método Direto: É feita por meio da divulgação das principais classes de rendimentos e pagamentos brutos de caixa.

A. Atividade Operacional

( + ) Recebimento de Clientes
( – ) Pagamento fornecedores
( – ) Impostos S/ Receita
( – ) Despesas Operacionais
( – ) Despesas Financeiras
( + ) Recuperação de Valores
( + ) Receitas Financeiras
( + ) Dividendos Recebidos
( – ) Impostos, Taxas, etc.
( = ) Fluxo das Atividades Operacionais

B. Atividades de Investimentos

( + ) Venda de Investimento
( + ) Venda de Imobilizado
( – ) Aquisição de Investimentos
( – ) Aquisição de Imobilizado
( – ) Mutuo Concedido
( + ) Recebimento de Mutuo
( – ) Aplicação Financeira
( + ) Rendimentos Financeiros
( = ) Fluxo das Atividades de Investimento

C. Atividade Financiamento

( + ) Empréstimos Recebidos
( – ) Pagamentos de Empréstimos
( + ) Juros de capital próprio
( – ) Dividendos Pagos
( = ) Fluxo das Atividades Financeiras

Caixa em 31.12.2008 + A + B + C = Saldo em 31.12.2009

Método Indireto: É‰ determinado através do fluxo de caixa liquido das atividades operacionais ajustados os resultados.

Fluxo de Caixa das Atividades Operacionais

Resultado Líquido

(+/-) Ajustes que não representam entrada ou saída de caixa
( + ) Depreciação e amortização
( + ) Provisão para devedores duvidosos
(+/-) Resultado na venda do imobilizado
(+/-) Aumento ou diminuição do contas a receber
(+/-) Aumento ou diminuição de estoques
(+/-) Aumento ou diminuição de despesas antecipadas
(+/-) Aumento ou diminuição de passivos
(+/-) Aumento ou diminuição de outros ajustes
( = ) Caixa Líquido das Atividades Operacionais

Fluxo de Caixa das Atividades de Investimentos

( + ) Alienação de imobilizado
( + ) Alienação de investimentos
( – ) Aquisição de imobilizado
( – ) Aquisição de investimentos
( = ) Caixa Líquido das Atividades de Investimentos

Fluxo de Caixa das Atividades de Financiamentos

( + ) Integralização de capital
( + ) Juros recebidos de empréstimos
( + ) Empréstimos tomados
( + ) Aumento do capital social
( – ) Pagamento de leasing (principal)
( – ) Pagamentos de lucros e dividendos
( – ) Juros pagos por empréstimos
( – ) Pagamentos de empréstimos/Debêntures
( = ) Caixa Líquido das Atividades de Financiamentos
( = ) Aumento ou Redução de Caixa Líquido.

Deixe seu comentário






© Copyright 2010 Liber Consultoria - Todos os direitos reservados | Top ↑